"descapando" discos de rock, sempre em listas top 10 | por Ziegler, Zé Mário e Lex

Posts marcados ‘Dave Grohl’

The Killers, Lollapaloosa e stop do Foo fighters

Hey pessoal, boa tarde!

Hoje o post é variado, falando de vários assuntos que estão rodeando os bate papos entre eu e o Ziegler (o Lex não pois não trabalhamos juntos e eu sou separatista).

1 – The Killers

Baixei ilegalmente, vou ser preso o novo disco do Killers, o Battleborn. Quando lançaram o single Runaways fiquei muito empolgado, faz tempo que os caras não lançam nada e gostei do single, mas muito mais da capa.

Particularmente o Killers já foi uma boa novidade musicalmente falando, mas agora os caras sempre soam parecidos. Hot Fuss foi um disco lindo, Sam’s Town também foi estrondoso, mas daí em diante foi ficando repetitivo os sintetizadores do Brandon Flowers. Não é um disco ruim, porém mais do mesmo The Killers de 8 anos atrás.

Ouça o disco inteiro no Youtube e tire sua conclusão:

2 – Lollapaloosa > Festival insano, preço mais ainda (isso não significa ser injusto)

Nesta semana a organização do Lollapaloosa divulgou o line up prévio da edição 2013…nem vou falar muito, olhe a imagem abaixo

Tá lindo isso, mas 900 Dilmas não saem do bolso do proletário aqui para os três dias…rezo para que QOTSA e The Black Keys caiam no mesmo dia no line up individual.

Olha o vídeo chiquetoso que os caras produziram para divulgar…quase chorei, haha.

3 – Hiato do Foo Fighters

Nesta semana Dave Grohl postou no Facebook uma carta onde anuncia que o FF vai dar um tempo…pra mim isso cheira á tática de marketing, mas ok. Leia a carta e depois bata a cabeça ouvindo a música Low>>>

“Dave here. Just wanted to write and thank you all again from the bottom of my heart for another incredible year. (Our 18th, to be exact!) We truly never could have done any of this without you…

Never in my wildes

t dreams did I think Foo Fighters would make it this far. I never thought we COULD make it this far, to be honest. There were times when I didn’t think the band would survive. There were times when I wanted to give up. But… I can’t give up this band. And I never will. Because it’s not just a band to me. It’s my life. It’s my family. It’s my world.Yes… I was serious. I’m not sure when the Foo Fighters are going to play again. It feels strange to say that, but it’s a good thing for all of us to go away for a while. It’s one of the reasons we’re still here. Make sense? I never want to NOT be in this band. So, sometimes it’s good to just… put it back in the garage for a while…

But, no gold watches or vacations just yet… I’ll be focusing all of my energy on finishing up my Sound City documentary film and album for worldwide release in the very near future. A year in the making, it could be the biggest, most important project I’ve ever worked on. Get ready… it’s coming.

Me, Taylor, Nate, Pat, Chris, and Rami… I’m sure we’ll all see you out there… somewhere…

Thank you, thank you, thank you…

Dave”

http://www.euescuto.com.br/wp-content/uploads/2012/09/BattleBorn2012.png

Anúncios

Retrospectiva 2011

Feliz 2012!!


Ziegler, Lex e Zé Mário formam a equipe do DezCapas

Fim de ano chegou e vamos fazer um pequeno balanço do que foram esses primeiros meses de vida do DezCapas?

O blog entrou no ar no dia
4 de agosto

04 de janeiro de 2012:
Cinco meses
+ de 50 posts
+ de 5 mil visitas

    

Foo Fighters, Nirvana, The Strokes,
The Beatles e Pearl Jam foram as bandas mais citadas

Nevermind do Nirvana
apareceu em 3 posts:


Vinte anos do Grunge
Genitália desnuda
Vinte e Sete

… e estes fizeram dobradinha:

    

The Rolling Stones – Beggars Banquet
The Rolling Stones – Stick Fingers
The Smiths – The Smiths
The Smiths – The Queen is Dead
Janis Joplin – Pearl
The Beatles – Yesterday and Today
Juliana Hatfield – Juliana’s Pony: Total System Failure
Justice – Audio, Video and Disco
Jamiroquai – Travelling without Moving
Pink Floyd – Dark Side of the Moon
Alice in Chains – Facelift
Guns n’ Roses – Appetite for Destruction
Black Sabbath – vol.4
Pearl Jam – Pearl Jam

Posts inteiramente dedicados a:

   

Trent Reznor, Black Sabbath, Mike Patton, Pearl Jam,
The Stone Roses, Legião Urbana, REM, White Stripes,
PJ Harvey, Queen, Slash, Lenny Kravitz, Dave Grohl…

… e também temáticos:

      

Publicidade e Natal,
discos raros, caros, capas bizarras, proibidas e com nudez,
arte plagiada, discos de vinil,
mash-up e sleeveface,
20 anos do Grunge
e até os jogos Pan-Americanos de Guadalajara ganharam uma homenagem

Especiais para os festivais SWU, Sónar, Planeta Terra e Rock in Rio

E artistas/fotógrafos também ganharam posts exclusivo

      

Barry Feinstein, César Vilela, H.R Giger e Alex Steinweiss

estreia da dose_INDIE, sucesso no SeteDoses.com, agora no DezCapas

* * *

É isso! Nós do DezCapas agradecemos a preferência e contamos com sua visita regularmente em 2012. E colabore com sugestões, críticas, comentários nos posts e também sua participação com sua própria lista. Tá afim? Se torne um dos colaboradores. Grande abraço e feliz ano novo!

DAVE & JOSH

AS DEZ MELHORES CAPAS DE DAVE GROHL & JOSH HOMME E SEUS PROJETOS. POR ZÉ MÁRIO

Olá a todos!

Bem, para começar minha participação no Dezcapas, farei um post sobre dois músicos que eu admiro muito, Dave Grohl & Josh Homme e seus projetos paralelos, mostrando capas de 10 álbuns em que cada um foi integrante da banda. 

DAVE GROHL

Dave Grohl surge como baterista de uma banda de punk chamada Scream. Com o fim dela, ele entrou para o Nirvana no início de 1990, dando fim à uma novela de vários bateristas tentando se manter na banda.

Nirvana

Quando Dave fez um teste com a banda, Krist Novoselic declarou: “Nós sabíamos em dois minutos que ele era o baterista certo”. O diretor de arte da capa In Utero foi Robert Fisher, que fez também as outras capas da banda, mas a idéia original veio do Próprio Kurt Cobain. Anteriormente, o título era para ser I Hate Myself and I Want to Die, mas por receio de sofrer algum tipo de ação penal, o título foi trocado para In Utero, retirado de um poema de Courtney Love.

Segue um vídeo da faixa do álbum Scentless Apprentice:

Foo Fighters

Com a morte de Kurt Cobain, Dave Grohl iniciou um novo projeto. Ele já tinha algumas demos gravadas paralelamente ao Nirvana, e em 1994 Dave entrou em estúdio para gravar o álbum intitulado Foo Fighters, de sua nova banda… Foo Fighters! No primeiro álbum ele gravou todos os instrumentos sozinho, vindo os integrantes posteriormente. 

Apesar de gostar (musicalmente falando) do álbum One by One, eu achei o máximo a capa deste álbum, o Echoes, silence, patience & Grace! A idéia da potência de uma válvula ser comparada à de uma bomba foi genial! O trabalho é da agência Invisible Creature. Vamos ver o clip The pretender:

Tenacious D

A formação desta banda é composta por Jack Black e Kile Gass, desde 1994. Dave gravou a bateria dos dois álbuns da dupla, e no The Pick of Destiny, além de ser baterista, Dave atua no filme como o Beelzeboss (demônio).

Veja o vídeo com Dave Grohl atuando:

Probot

Neste projeto, Dave Grohl quis reunir grandes nomes do metal, como Lemmy (Motörhead) e Max Cavalera (Sepultura) para gravar um álbum com onze faixas mais uma hidden track. O curioso deste álbum e que Dave Grohl, assim como no álbum de estréia do Foo Fighters gravou todos os instrumentos, deixando para os convidados os vocais.

Veja um clipe de uma das faixas do álbum com Lemmy no contrabaixo e vocal:

Them Croocked Vultures

Esta é considerada uma Power band, pois são 3 integrantes, nada menos que: Dave Grohl (Foo Fighters) Josh Homme (QOTSA) e John Paul Jones (Led Zepellin). A idéia veio de Dave, e em sua festa de 40 anos ele marcou um “encontro às escuras” entre Josh e John e deixou os dois conversando, para ver se rolava a parceria. E deu no lançamento do álbum de estréia em 2009.

Veja uma das apresentações da banda com a música Reptile:

JOSH HOMME

Músico que surgiu na cena de Palm Desert, na Califórnia, Josh foi um dos fundadores da banda Sons of Kyuss (depois encurtada para Kyuss) em 1988, durando até 1995.

kyuss

No Kyuss, Josh era o guitarrista, e essa banda teve uma forte projeção no cenário musical por causa de seu som psicodélico e as guitarras extremamente experimentais e graves (Homme usava amplificador de contrabaixo para conseguir graves mais fortes) Tocavam muito nas chamadas “generator parties”, que eram festas no meio do deserto que utilizavam geradores à gasolina para alimentar a energia dos instrumentos regadas por drogas ilícitas.Veja um vídeo da banda e repare em duas coisas: o clip ser gravado no deserto e o timbre grave da guitarra de Josh:

Queens of the Stone age 

Em 1995 Josh fundou a banda Queens of the Stone Age, sua principal banda até hoje. O álbum “Songs for the deaf” foi o grande ápice da banda (até agora) e contou com Dave Grohl na bateria.A Capa foi feita pelo estúdio Inglês Shinola juntamente com o clip da faixa Go with the flow. Segue um link para um blog com informações sobre a criação do vídeo: http://migre.me/5to6j

Vamos de Go with de flow? Segue:

Eagles of Death Metal 

Nesta banda, Josh faz o papel de Dave, tocando na bateria dessa banda. Ele ajudou a fundar ela também junto a Jesse Hughes e Brian O’Connor. Uma curiosidade que surgiu esta semana é que o Them Croocked Vultures está fazendo alguns shows para arrecadar dinheiro para Brian, pois foi diagnosticado recentemente com um grave câncer.

Segue o vídeo da primeira música que estourou da banda, com Josh na bateria

Desert Sessions

Dos projetos de Josh, esse é um dos mais curiosos, pois trata-se de Jam sessions no estúdio Rancho de la Luna organizados por Josh, localizado no deserto de Joshua Tree. Todas as músicas são escritas neste estúdio em poucas horas e os instrumentos são todos antigos. Algumas idéias são depois regravadas em álbuns de participantes, como a faixa do álbum Lullabies to paralize In my head (QOTSA) e do álbum Era Vulgaris, a Faixa Make it Chu (QOTSA) A lista de músicos que já passaram por lá é gigantesca, pertencentes à bandas como Soundgarden e Nine inch Nails. No site (bem desatualizado, desde 2005 sem novidades) das Desert Sessions é possível ouvir algumas coisas gravadas por lá. http://www.desertsessions.com/Segue a versão original da Música Make it chu (QOTSA) em uma das edições das Desert Session:

U.N.K.L.E

Banda britânica formada por  James Lavelle e Tim Goldsworthy. Josh teve participação com vocais e gravando instrumentos em 2 álbuns da banda, Never, never land (2003) e War stories (2007). A banda também é marcada por inúmeras parcerias em seus álbuns, e nomes como Mark Lanegan (que também foi integrante do QOTSA no álbum songs for ther deaf) já passaram pelo U.N.K.L.E.Esta música achei muito boa, pois coloca Josh em um contexto mais eletrônico, algo totalmente diferente dos timbres vintage dele:

Eu respeito muito estes dois músicos por serem extremamente produtivos, e fazendo este post descobri inúmeras ligações que os dois tinham além das mais óbvias, o QOTSA e o Them Croocked Vultures.

Até sexta que vem e nos siga no Twitter: @dezcapas!

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: