"descapando" discos de rock, sempre em listas top 10 | por Ziegler, Zé Mário e Lex

Posts marcados ‘Dead Kennedys’

+ Sleeveface (fotógrafo Matthieu Raffard)

Mês passado Lex publicou um post sensacional sobre Sleeveface, que consiste em um mix entre a arte da capa e pessoas/ambientes reais.
O grande mérito aqui fica por conta da criatividade e click perfeito do fotógrafo. Como o próprio Lex citou em seu post Capa de Vinil, esse tipo de arte se espalhou pelo mundo e virou mania.
Tanto que uma rádio francesa, a Oüi FM, fez uma bacana homenagem ao dia do músico com 10 anúncios produzidos e clicados pelo fotógrafo Matthieu Raffard.

As bandas escolhidas foram Roxy Music, Dead Kennedys, James Brown, PJ Harvey, The Doors, The Who, David Bowie, The Ramones, Beach Boys e Oasis.

Anúncios

Surreal!

DEZ CAPAS DE H.R. GIGER. POR ZIEGLER

Hans Ruedi Giger, artista plástico suíço do time dos surrealistas, ficou mundialmente conhecido pelo trabalho no filme Alien – o oitavo passageiro do diretor Ridley Scott. H.R. Giger foi responsável por toda a criação do extraterrestre mais ambiente e textura apresentado na obra. Enorme sucesso de crítica e bilheteria, inaugurando uma nova fase estética para os filmes de terror que viriam a seguir. Garantindo assim um Oscar de Melhores Efeitos Especiais.

Na música sua primeira capa foi para os psicodélicos do The Shiver, banda suíça que teve apenas este disco lançado.  Logo em seguida temos a mais famosa de todas, EL&P estampou uma arte de Giger no seu quarto disco de estúdio. Acabou sendo também o disco de maior sucesso do trio progressista.
Depois de ficar mundialmente conhecido por esta capa de Emmerson, Lake & Palmer, o suíço se dedicou ao trabalho de Alien.
Três anos depois do filme voltou a criar uma capa de disco, desta vez temos a arte para a banda Island. Na sequência vieram Debbie Harry (ex-Blondie e ex-Deborah Harry), Carcass, Danzig, entre outros.

Polêmicas à vista: Banda de  Black Metal, Celtic Frost, lança o álbum To Mega Therion que traz em sua arte o demônio usando o crucifixo e Jesus Cristo como um estilingue. Outra arte pesada feita pelo artista foi no disco Frankenchrist da banda de Jello Biafra, Dead Kennedys. Aqui não foi a capa mas sim um encarte bem pornográfico que gerou muitos ataques, tanto para Giger quanto aos punks do DK. O resultado disso? Inúmeros processos criminais que se arrastaram por anos e culminaram na decadência do grupo californiano. Não uma capa, mas sim um encarte derrubando uma banda.

Confira 10 capas de H.R. Giger:

The Shiver – Walpurgis (1969)

Emmerson, Lake & Palmer – Brain Salad Surgery (1976)

Island – Pictures (1977)

Debbie Harry – Koo Koo (1981)

Celtic Frost – To Mega Therion (1985)

Steve Stevens – The Atomic Playboys (1989)

Atrocity – Hallucinations (1990)

Sacrosanct – Recesses for the Depraved (1991)

Danzig – How the Gods Kill (1992)

Carcass – heartwork (1993)

extras

encarte de Frankenchrist, que derrubou os Dead Kennedys

alien

alien

Giger em ação!

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: