"descapando" discos de rock, sempre em listas top 10 | por Ziegler, Zé Mário e Lex

Posts marcados ‘Nirvana’

Efeito Marty McFly

Você já viu algum filme da trilogia De Volta para o Futuro, de Robert Zemeckis? Pois bem temos o nosso herói Marty McFly, interpretado por Michael J. Fox, que viaja no tempo e dependendo de suas ações acaba alterando a história da sua vida, pais e amigos.

Isso é divertidamente demonstrado através da brincadeira das fotos, onde um determinado personagem some do papel por conta de alguma cagada do Marty.
O lance aqui é mais ou menos isso, imagine se John Lennon, Elvis, Kurt e tantos outros tivessem uma pontinha no filme!!

Jean-Marie Delbes e Hatim El Hihi são os designers responsáveis pela ideia. Vamos às dez mais criativas:

John Lennon & Yoko Ono

Não só perdeu o maridão como o beijo ficou no vácuo. Mas no final das contas deram um nariz bonitinho pra ela.

Ramones

Tommy Ramone, ou Tom Erdélyi, é o único integrante ainda vivo da formação original dos Ramones.

The Beatles

Na capa original Paul está morto, agora depois que Lennon e Harrison se foram, ele aparece vivo! Que coisa!!

New York Dolls

Aqui é fim de festa MESMO!…precisou até de um novo sofá para refazer a capa.

Johnny Thunders

E a cadeira lamenta: So Alone!

The Beach Boys

Agora sim está mais viável um surf coletivo!

Elvis Presley

A carreira solo do baixista que acompanhava o Elvis

AC/DC

Bon Scott quase nem aparece na foto original, veio correndo pro click e soltou o sorrisão.

Nirvana

Kurt como um “espírito” ainda deixou sua sombra na camisa do Novoselic.
Abaixo a antológica apresentação do Nirvana no Hollywood Rock de 1993. Eu estava lá e xinguei a quinta geração do Kurt. Infelizmente ele chegou somente na segunda.

The Doors

Jim Morrison foi a falência com seu hotel cobrando apenas $2,50 a diária. Resultado: foi demitido.

Retrospectiva 2011

Feliz 2012!!


Ziegler, Lex e Zé Mário formam a equipe do DezCapas

Fim de ano chegou e vamos fazer um pequeno balanço do que foram esses primeiros meses de vida do DezCapas?

O blog entrou no ar no dia
4 de agosto

04 de janeiro de 2012:
Cinco meses
+ de 50 posts
+ de 5 mil visitas

    

Foo Fighters, Nirvana, The Strokes,
The Beatles e Pearl Jam foram as bandas mais citadas

Nevermind do Nirvana
apareceu em 3 posts:


Vinte anos do Grunge
Genitália desnuda
Vinte e Sete

… e estes fizeram dobradinha:

    

The Rolling Stones – Beggars Banquet
The Rolling Stones – Stick Fingers
The Smiths – The Smiths
The Smiths – The Queen is Dead
Janis Joplin – Pearl
The Beatles – Yesterday and Today
Juliana Hatfield – Juliana’s Pony: Total System Failure
Justice – Audio, Video and Disco
Jamiroquai – Travelling without Moving
Pink Floyd – Dark Side of the Moon
Alice in Chains – Facelift
Guns n’ Roses – Appetite for Destruction
Black Sabbath – vol.4
Pearl Jam – Pearl Jam

Posts inteiramente dedicados a:

   

Trent Reznor, Black Sabbath, Mike Patton, Pearl Jam,
The Stone Roses, Legião Urbana, REM, White Stripes,
PJ Harvey, Queen, Slash, Lenny Kravitz, Dave Grohl…

… e também temáticos:

      

Publicidade e Natal,
discos raros, caros, capas bizarras, proibidas e com nudez,
arte plagiada, discos de vinil,
mash-up e sleeveface,
20 anos do Grunge
e até os jogos Pan-Americanos de Guadalajara ganharam uma homenagem

Especiais para os festivais SWU, Sónar, Planeta Terra e Rock in Rio

E artistas/fotógrafos também ganharam posts exclusivo

      

Barry Feinstein, César Vilela, H.R Giger e Alex Steinweiss

estreia da dose_INDIE, sucesso no SeteDoses.com, agora no DezCapas

* * *

É isso! Nós do DezCapas agradecemos a preferência e contamos com sua visita regularmente em 2012. E colabore com sugestões, críticas, comentários nos posts e também sua participação com sua própria lista. Tá afim? Se torne um dos colaboradores. Grande abraço e feliz ano novo!

Genitália DESNUDA

Hoje pretendia escrever apenas sobre os 20 anos de NEVERMIND, clássico de Nirvana, comemorado dia 24 de setembro. Muito já foi comentado sobre o assunto, como no último fim de semana quando a Mtv dedicou programação a banda. Uma semana antes André Barcinsky escreveu em seu blog, publicado na Ilustrada da Folha de São Paulo, a história detalhada.

Além de importante para o mercado fonográfico, a capa do disco causou polêmica por trazer o recém-nascido Spencer Elden nu. Na época muitas lojas colocaram tarja preta no pôster de divulgação, e recentemente o Facebook bloqueou o arquivo em seu sistema por considerá-lo pornográfico.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

As capas escolhidas para o post deixaram a vergonha de lado e estão com a genitália desnuda QUASE 100% à mostra.

1. JIMI HENDRIX – ELECTRIC LADYLAND

Disco duplo disponível em três capas diferentes. Com o revival ao vinil, inclusive mencionado no post da semana passada, a opção com este layout é o mais caro.

Abaixo a foto completa. Clique para ampliá-la.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

2. JOHN LENNON – UNFINISHED MUSIC #1: TWO VIRGINS

Não há música no disco e sim trechos de conversas longe do microfone, passos, entre outros ruídos.

A capa causou polêmica por trazer John Lennon e Yoko Ono em nu frontal

Nas lojas o disco foi “envelopado” em papel kraft

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

3. BELA B FEATURING CHARLOTTE ROCHE – 1…2…3…

Bela B foi baterista da banda punk alemã Die Ärzte. Ele também fez sucesso como ator. O nome artístico é referência a Bela Lugosi.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

4. WHITE ZOMBIE – SUPERSEXY SWINGIN’ SOUNDS

Supersexy Swingin’ Sounds é formado por remixes de Astro-Creep: 2000, mais o cover de “I’m Your Boogie Man”, de KC & the Sunshine Band lançada também na trilha do filme The Crow: City Of Angels.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

5. BLOODHOUND GANG – HEFTY FINE

O disco chamaria Heavy Flow, mas quando Jimmy Pop, vocalista, descobriu que há música de Moby com mesmo nome, desistiu da ideia. Na capa estaria uma mulher gorda, opção não aprovada pela gravadora. A banda publicou as duas pendengas em seu site e recebeu várias sugestões. Carlin Langley, modelo de capa, enviou uma foto sua praticando sexo oral em outro homem usando nickname Hefty Fine. Problema resolvido.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

6. MINISTRY – DARK SIDE OF THE SPOON

Alguns críticos não gostaram de Dark Side Of The Spoon. Por outro lado a opinião é quase unânime, ele é melhor que Filth Pig. Minha dúvida é: isso é bom ou ruim?

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

7. RED HOT CHILI PEPPERS – MOTHER’S MILK

Disco de estréia de Chad Smith na bateria, John Frusciante na guitarra, e meu preferido da banda. Em 1989 Frusciante estava no auge de seus dezenove anos. Este foi o último lançado pela EMI. Blood Sugar Sex Magik, de 1991, saiu pela Warner.

Layout original com flor estrategicamente posicionada…

… e segunda opção “comportada”

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

8. THE SLITS – CUT

A banda começou a criar forma, em show de Patti Smith, quando Arianne Forster, Ari Up, convidou Paloma Romero, Palmolive, para escrever algumas músicas juntas. Cut, disco de estréia, foi produzido por Dennis Bovell, conhecido por seu trabalho com reggae music.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

9.1. PRINCE – LOVESEXY

Em março de 1987 Prince lançou o bem-sucedido Sign’ O’ The Times. Em novembro do mesmo ano chegaria às lojas The Black Album, mas o conteúdo não foi aprovado pela Warner. Existe lenda urbana que vinis e cds foram destruídos depois de prontos. Lovesexy, de fevereiro de 1988, carrega o fardo de lançamento às pressas. Oficialmente The Black Album chegou às prateleiras em 1994.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

9.2. DIDJITS – LOVESICLE

Single com as músicas “Goodbye Mr. Policeman” e “One Dead Hippy”. Fãs fervorosos a Prince declararam que não há sex appeal na capa de Lovesicle.

10. SUGAR RAY – LEMONADE AND BROWNIES

Lemonade And Brownies, de 1995, carregava no funk metal e punk rock alternativo. Mesmo com a posição convidativa da modelo, comercialmente, o disco foi um fracasso.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

EXTRA 1. INOCENTES – INOCENTES

Reza lenda que a banda não queria aparecer nas capas de seus discos. Para Inocentes, em que os quatro aparecem nus e algemados, houve expectativa que a ideia fosse reprovada pela gravadora, o que não aconteceu.

EXTRA 2. TIMBALADA – TIMBALADA

EXTRA 3 – Forró Estourado – Liga o Som
(versão de “Come As You Are”)

O que sobrou de Kurt Cobain VIROU no caixão. Pode verificar.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
.

Para ler as edições anteriores clique aqui. Até quarta que vem.

Vinte anos do Grunge

As 10 capas do movimento Grunge.
por Alessandro Ziegler

O surgimento do Grunge aconteceu no final da década de 80 no estado de Washington, mas foi em 1991 na cidade de Seattle com as bandas Pearl Jam e Nirvana que a coisa chamou a atenção do mundo inteiro. Neste ano, entre agosto e setembro foram lançados respectivamente os discos Ten e Nevermind, mas muitas outras bandas tiveram o seu disco debut lançados entre 1990 e 1992 e que configuraram-se nesse ápice do Grunge, algumas delas graças à gravadora independente Subterranean Pop, ou simplesmente SubPop, que acabou se tornando tão idolatrada quanto às próprias bandas.

Claro que algumas bandas não são de Seattle e nem estrearam em 1991, como por exemplo o ponta-pé inicial em 1985 do Green River (que contou com musicos que formariam depois o Pearl Jam, Mudhoney e Mother Love Bone) e o próprio Nirvana que nem é de Seattle e sim de uma outra cidade do estado de Washington. Mas quando falamos desse marco para o rock n´roll não tem como evitar o rótulo: Grunge de Seattle.

Portanto, embarcando neste importante aniversário, apresento uma lista de 10 capas dessas bandas que marcaram pra sempre a história do rock em 1991.
Com vocês: Nirvana, Pearl Jam, Mudhoney, The Melvins, SoundGarden, Stone Temple Pilots, Alice in Chains, Green River, Mother Love Bone e Blood Circus.

1. Come on Down – Green River (1985)


2. Primal Rock Therapy – Blood Circus (1989)


3. Facelift – Alice in Chains (1990)


4. Apple – Mother Love Bone (1990)


5. Ten – Pearl Jam (1991)


6. Nevermind – Nirvana (1991)


7. Badmotorfinger – Soundgarden (1991)


8. Every Good Boy Deserves Fudge – Mudhoney (1991)


9. Bullhead – The Melvins (1991)


10. Core – Stone Temple Pilots (1992)


DAVE & JOSH

AS DEZ MELHORES CAPAS DE DAVE GROHL & JOSH HOMME E SEUS PROJETOS. POR ZÉ MÁRIO

Olá a todos!

Bem, para começar minha participação no Dezcapas, farei um post sobre dois músicos que eu admiro muito, Dave Grohl & Josh Homme e seus projetos paralelos, mostrando capas de 10 álbuns em que cada um foi integrante da banda. 

DAVE GROHL

Dave Grohl surge como baterista de uma banda de punk chamada Scream. Com o fim dela, ele entrou para o Nirvana no início de 1990, dando fim à uma novela de vários bateristas tentando se manter na banda.

Nirvana

Quando Dave fez um teste com a banda, Krist Novoselic declarou: “Nós sabíamos em dois minutos que ele era o baterista certo”. O diretor de arte da capa In Utero foi Robert Fisher, que fez também as outras capas da banda, mas a idéia original veio do Próprio Kurt Cobain. Anteriormente, o título era para ser I Hate Myself and I Want to Die, mas por receio de sofrer algum tipo de ação penal, o título foi trocado para In Utero, retirado de um poema de Courtney Love.

Segue um vídeo da faixa do álbum Scentless Apprentice:

Foo Fighters

Com a morte de Kurt Cobain, Dave Grohl iniciou um novo projeto. Ele já tinha algumas demos gravadas paralelamente ao Nirvana, e em 1994 Dave entrou em estúdio para gravar o álbum intitulado Foo Fighters, de sua nova banda… Foo Fighters! No primeiro álbum ele gravou todos os instrumentos sozinho, vindo os integrantes posteriormente. 

Apesar de gostar (musicalmente falando) do álbum One by One, eu achei o máximo a capa deste álbum, o Echoes, silence, patience & Grace! A idéia da potência de uma válvula ser comparada à de uma bomba foi genial! O trabalho é da agência Invisible Creature. Vamos ver o clip The pretender:

Tenacious D

A formação desta banda é composta por Jack Black e Kile Gass, desde 1994. Dave gravou a bateria dos dois álbuns da dupla, e no The Pick of Destiny, além de ser baterista, Dave atua no filme como o Beelzeboss (demônio).

Veja o vídeo com Dave Grohl atuando:

Probot

Neste projeto, Dave Grohl quis reunir grandes nomes do metal, como Lemmy (Motörhead) e Max Cavalera (Sepultura) para gravar um álbum com onze faixas mais uma hidden track. O curioso deste álbum e que Dave Grohl, assim como no álbum de estréia do Foo Fighters gravou todos os instrumentos, deixando para os convidados os vocais.

Veja um clipe de uma das faixas do álbum com Lemmy no contrabaixo e vocal:

Them Croocked Vultures

Esta é considerada uma Power band, pois são 3 integrantes, nada menos que: Dave Grohl (Foo Fighters) Josh Homme (QOTSA) e John Paul Jones (Led Zepellin). A idéia veio de Dave, e em sua festa de 40 anos ele marcou um “encontro às escuras” entre Josh e John e deixou os dois conversando, para ver se rolava a parceria. E deu no lançamento do álbum de estréia em 2009.

Veja uma das apresentações da banda com a música Reptile:

JOSH HOMME

Músico que surgiu na cena de Palm Desert, na Califórnia, Josh foi um dos fundadores da banda Sons of Kyuss (depois encurtada para Kyuss) em 1988, durando até 1995.

kyuss

No Kyuss, Josh era o guitarrista, e essa banda teve uma forte projeção no cenário musical por causa de seu som psicodélico e as guitarras extremamente experimentais e graves (Homme usava amplificador de contrabaixo para conseguir graves mais fortes) Tocavam muito nas chamadas “generator parties”, que eram festas no meio do deserto que utilizavam geradores à gasolina para alimentar a energia dos instrumentos regadas por drogas ilícitas.Veja um vídeo da banda e repare em duas coisas: o clip ser gravado no deserto e o timbre grave da guitarra de Josh:

Queens of the Stone age 

Em 1995 Josh fundou a banda Queens of the Stone Age, sua principal banda até hoje. O álbum “Songs for the deaf” foi o grande ápice da banda (até agora) e contou com Dave Grohl na bateria.A Capa foi feita pelo estúdio Inglês Shinola juntamente com o clip da faixa Go with the flow. Segue um link para um blog com informações sobre a criação do vídeo: http://migre.me/5to6j

Vamos de Go with de flow? Segue:

Eagles of Death Metal 

Nesta banda, Josh faz o papel de Dave, tocando na bateria dessa banda. Ele ajudou a fundar ela também junto a Jesse Hughes e Brian O’Connor. Uma curiosidade que surgiu esta semana é que o Them Croocked Vultures está fazendo alguns shows para arrecadar dinheiro para Brian, pois foi diagnosticado recentemente com um grave câncer.

Segue o vídeo da primeira música que estourou da banda, com Josh na bateria

Desert Sessions

Dos projetos de Josh, esse é um dos mais curiosos, pois trata-se de Jam sessions no estúdio Rancho de la Luna organizados por Josh, localizado no deserto de Joshua Tree. Todas as músicas são escritas neste estúdio em poucas horas e os instrumentos são todos antigos. Algumas idéias são depois regravadas em álbuns de participantes, como a faixa do álbum Lullabies to paralize In my head (QOTSA) e do álbum Era Vulgaris, a Faixa Make it Chu (QOTSA) A lista de músicos que já passaram por lá é gigantesca, pertencentes à bandas como Soundgarden e Nine inch Nails. No site (bem desatualizado, desde 2005 sem novidades) das Desert Sessions é possível ouvir algumas coisas gravadas por lá. http://www.desertsessions.com/Segue a versão original da Música Make it chu (QOTSA) em uma das edições das Desert Session:

U.N.K.L.E

Banda britânica formada por  James Lavelle e Tim Goldsworthy. Josh teve participação com vocais e gravando instrumentos em 2 álbuns da banda, Never, never land (2003) e War stories (2007). A banda também é marcada por inúmeras parcerias em seus álbuns, e nomes como Mark Lanegan (que também foi integrante do QOTSA no álbum songs for ther deaf) já passaram pelo U.N.K.L.E.Esta música achei muito boa, pois coloca Josh em um contexto mais eletrônico, algo totalmente diferente dos timbres vintage dele:

Eu respeito muito estes dois músicos por serem extremamente produtivos, e fazendo este post descobri inúmeras ligações que os dois tinham além das mais óbvias, o QOTSA e o Them Croocked Vultures.

Até sexta que vem e nos siga no Twitter: @dezcapas!

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: