"descapando" discos de rock, sempre em listas top 10 | por Ziegler, Zé Mário e Lex

Posts marcados ‘The Beatles’

GOD SAVE Pepper Spray at 45 Years Old

Domingo passado, dia 27 de maio, a polícia usou spray de pimenta para conter multidão que não conseguiu entrar no Parque da Independência, em São Paulo, para assistir Franz Ferdinand, atração principal do Cultura Inglesa Festival. Levando em consideração a popularidade da banda e por ser apresentação de graça, a situação fugir ao controle seria previsível, não? Considerei a possibilidade em assisti-lo e conferir também The Horrors. Como estava fora da cidade fui salvo da ardência. Essa semana usei o plano B. A dose_INDIE é MINI.

01 – Franz Ferdinand – Do You Want To

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

“…here we are at the transmission party
I love your friends
they’re all so arty
oh yeah…”

02 – The Horrors – I Can See Through You

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

“…some people see you
to me you’re just see-through
no one remembers your name
no one tries…”

03 – Franz Ferdinand – The Fallen

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

“…did I see you in a limousine
flinging out the fish and the unleavened
turn the rich into wine
walk on the mean
for the fallen are the virtuous among us
walk among us
never judge us
yeah we’re all…”

04 – The Horrors – Changing The Rain

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

“…I can only happen
I and I want it back again
I could only happen
I and I’d want you back again
if only you’d get back in time
open your eyes”

Há exatos 45 anos foi lançado Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band, tentativa BEM SUCEDIDA de superar a dor de cotovelo que Paul McCartney sentiu depois que escutou Pet Sounds, dos Beach Boys. Lembro que na minha infância e começo de adolescência escutava as músicas dos Beatles, mas sempre isoladamente. Sargento Pimenta foi o primeiro disco na íntegra.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Para encerrar a MINI dose_INDIE deixo para o Sex Pistols a trilha, as avessas, do Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth 2°, festividade que oficialmente começará amanhã estendendo-se por quatro dias. GOD SAVE THE QUEEN.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

.
Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod

.
Para conhecer as edições anteriores do Dez Capas e dose_INDIE clique aqui. Até sexta que vem.

Anúncios

Sgt. Peppers x Dezcapas

Olá pessoal, como vai a quarta-feira de vocês?

Hoje venho mostrar umas imagens sensacionais dos bastidores da criação da capa  Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band e mais 9 interpretações da mesma capa.

Há inúmeras histórias de teoria da conspiração a respeito desta capa, sugerindo uma mensagem subliminar a respeito da suposta morte de Paul McCartney, onde a parte debaixo da composição é uma cova cheia de flores, com um contrabaixo só com três cordas (indicando que há um Beatle a menos). fora os quatro integrantes, as outras personalidades na capa são bonecos de cera do museu Madame Tussaud.

A capa foi concebida por Peter Blake e Jan Haworth, e ganharam o Grammy de 1968 como melhor capa.

Este material foi achado no blog Rabiscos da Bere. Entrem depois nele, tem muito material bom lá, não só relacionado a discos, mas arte em geral.

Bem, vamos às imagens:

***

***

***

_____________RELEITURAS DA CAPA_____________

*** The Simpsons***

*** Zé Ramalho – Nação nordestina***

***Acid Mothers Temple & The Melting Paraiso U.F.O.***
“St. Captain Freak Out And The Magic Bamboo Request”
***Sgt. Peppers Lonely hearts Dub band – Easy stars***

***Kool Herc’s Lonely Hearts Club Band***

***Big Daddy (clássicos dos Beatles gravados no estilo de música 50’s e 60’s)***

***Bobby Volare***
“Bobby V Smashed Hits And Golden Chi-Chi’s”

 

***Varios Artistas – “Burning Ambitions: A History Of Punk”***

***Varios Artistas – “Moonlight Club Bands”***

Efeito Marty McFly

Você já viu algum filme da trilogia De Volta para o Futuro, de Robert Zemeckis? Pois bem temos o nosso herói Marty McFly, interpretado por Michael J. Fox, que viaja no tempo e dependendo de suas ações acaba alterando a história da sua vida, pais e amigos.

Isso é divertidamente demonstrado através da brincadeira das fotos, onde um determinado personagem some do papel por conta de alguma cagada do Marty.
O lance aqui é mais ou menos isso, imagine se John Lennon, Elvis, Kurt e tantos outros tivessem uma pontinha no filme!!

Jean-Marie Delbes e Hatim El Hihi são os designers responsáveis pela ideia. Vamos às dez mais criativas:

John Lennon & Yoko Ono

Não só perdeu o maridão como o beijo ficou no vácuo. Mas no final das contas deram um nariz bonitinho pra ela.

Ramones

Tommy Ramone, ou Tom Erdélyi, é o único integrante ainda vivo da formação original dos Ramones.

The Beatles

Na capa original Paul está morto, agora depois que Lennon e Harrison se foram, ele aparece vivo! Que coisa!!

New York Dolls

Aqui é fim de festa MESMO!…precisou até de um novo sofá para refazer a capa.

Johnny Thunders

E a cadeira lamenta: So Alone!

The Beach Boys

Agora sim está mais viável um surf coletivo!

Elvis Presley

A carreira solo do baixista que acompanhava o Elvis

AC/DC

Bon Scott quase nem aparece na foto original, veio correndo pro click e soltou o sorrisão.

Nirvana

Kurt como um “espírito” ainda deixou sua sombra na camisa do Novoselic.
Abaixo a antológica apresentação do Nirvana no Hollywood Rock de 1993. Eu estava lá e xinguei a quinta geração do Kurt. Infelizmente ele chegou somente na segunda.

The Doors

Jim Morrison foi a falência com seu hotel cobrando apenas $2,50 a diária. Resultado: foi demitido.

Retrospectiva 2011

Feliz 2012!!


Ziegler, Lex e Zé Mário formam a equipe do DezCapas

Fim de ano chegou e vamos fazer um pequeno balanço do que foram esses primeiros meses de vida do DezCapas?

O blog entrou no ar no dia
4 de agosto

04 de janeiro de 2012:
Cinco meses
+ de 50 posts
+ de 5 mil visitas

    

Foo Fighters, Nirvana, The Strokes,
The Beatles e Pearl Jam foram as bandas mais citadas

Nevermind do Nirvana
apareceu em 3 posts:


Vinte anos do Grunge
Genitália desnuda
Vinte e Sete

… e estes fizeram dobradinha:

    

The Rolling Stones – Beggars Banquet
The Rolling Stones – Stick Fingers
The Smiths – The Smiths
The Smiths – The Queen is Dead
Janis Joplin – Pearl
The Beatles – Yesterday and Today
Juliana Hatfield – Juliana’s Pony: Total System Failure
Justice – Audio, Video and Disco
Jamiroquai – Travelling without Moving
Pink Floyd – Dark Side of the Moon
Alice in Chains – Facelift
Guns n’ Roses – Appetite for Destruction
Black Sabbath – vol.4
Pearl Jam – Pearl Jam

Posts inteiramente dedicados a:

   

Trent Reznor, Black Sabbath, Mike Patton, Pearl Jam,
The Stone Roses, Legião Urbana, REM, White Stripes,
PJ Harvey, Queen, Slash, Lenny Kravitz, Dave Grohl…

… e também temáticos:

      

Publicidade e Natal,
discos raros, caros, capas bizarras, proibidas e com nudez,
arte plagiada, discos de vinil,
mash-up e sleeveface,
20 anos do Grunge
e até os jogos Pan-Americanos de Guadalajara ganharam uma homenagem

Especiais para os festivais SWU, Sónar, Planeta Terra e Rock in Rio

E artistas/fotógrafos também ganharam posts exclusivo

      

Barry Feinstein, César Vilela, H.R Giger e Alex Steinweiss

estreia da dose_INDIE, sucesso no SeteDoses.com, agora no DezCapas

* * *

É isso! Nós do DezCapas agradecemos a preferência e contamos com sua visita regularmente em 2012. E colabore com sugestões, críticas, comentários nos posts e também sua participação com sua própria lista. Tá afim? Se torne um dos colaboradores. Grande abraço e feliz ano novo!

Dia Mundial da Publicidade

Escrever mais uma vez sobre o The Smiths, em 25 de novembro, foi minha despedida do Dez Capas envolvendo apenas aquele tipo de conteúdo. A volta da dose_INDIE estava programada e tinha em mente este mês. Em dezembro de 2010 publiquei a primeira edição do Dia Mundial da Publicidade. Tenho carinho especial por aquele post. Sou publiciatário. Naquela época, da pesquisa que realizei, alguns comerciais ficaram em stand by. Com doze dias de atraso comemoro mais uma vez a data e reafirmo, na hora do intervalo, por favor, NÃO MUDE DE CANAL.

01 – Apple

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

01.1 – The Beatles – The Magical Mystery Tour

Em novembro de 2010 aconteceu o esperado acordo que permitiu a Apple vender músicas do Fab Four via iTunes. O comercial acima foi lançado como parte de sustentação da campanha.

01.2 – The Beatles Coming To America

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

01.3 – Paul McCartney – Dance Tonight

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Em 2007 Paul McCartney estreou comercial para iPod + iTunes. Assista o making of aqui.

02 – Heineken

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

02.1 – The Asteroids Galaxy Tour – Golden Age

Produção européia lançada nos intervalos dos jogos da copa da UEFA Champions League e demais campeonatos patrocinados pela marca. The Asteroids Galaxy Tour é da Dinamarca e formada por Mette Lindberg, no vocal, e o produtor Lars Iversen. Nas apresentações ao vivo mais quatro músicos compõem o naipe de metais.

03 – Coca Cola

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

03.1 – Oasis – Whatever

A campanha Existem razões para acreditar. Os bons são maioria foi adaptada no mundo todo. Ela fez parte da ação de aniversário da marca e fecha com o slogan: 125 anos abrindo a felicidade. Amigos próximos sabem que só bebo Pepsi, mas o conceito é forte, a ideia muito boa e convincente.

04 – Vivo

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

04.1 – Legião Urbana – Eduardo e Mônica

Quando foi divulgado na mídia que “Eduardo e Mônica”, clássico da Legião Urbana, seria usado em filmagem houveram rumores de que mais um longa envolvendo a banda de Brasília estaria em produção. O mistério acabou em junho quando a Vivo lançou sua campanha comemorativa do Dia dos Namorados. Para 2012 está previsto o lançamento dos longas “Faroeste Caboclo” e “Somos Tão Jovens”. O primeiro é a adaptação para a grande tela dos conflitos envolvendo João de Santo Cristo, Jeremias e Maria Lúcia. O segundo é a cinebiografia de Renato Manfredini Junior.

05 – Peugeot 206

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

05.1 – Skank – Te Ver

Este é um dos meus filhos. Produzi o comercial, em dupla, com o grande amigo Albino Carlos de Caires. A versão de “Te Ver” foi gravada exclusivamente para o filme. Não é o Skank que a interpreta.

06 – Google

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

06.1 – Queen – Don’t Stop Me Now

Se estivesse vivo, em cinco de setembro, Freddie Mercury completaria 65 anos. Para comemorar a data o Google trocou o Doodle* por animação da música “Don’t Stop Me Now”. Durante dois dias esteve disponível no YouTube apresentação na íntegra que o Queen realizou no estádio Wembley, em 1986, e que reuniu 150 mil fãs.

07 – Motorola Razr 2 V8

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

07.1 – Shiny Toy Guns – Le Disko

Todo malabarismo e mexida de dedos da modelo carregam na referência ao filme Matrix. Há EXAGERO na performance do casal e mesmo assim o resultado continua interessante. OBRIGADO Rodrigo, futuro colega de profissão, pela dica do Razr 2.

08 – Peugeot 408

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

08.1 – Tears For Fears – Seeds Of Love

Há duas versões para o comercial. A veiculada no Brasil tem como trilha “Seeds Of Love”, de Tears For Fears. A exibida nos demais países da América Latina vem com música conceitual.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

09 – Pepsi

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

09.1 – David Bowie – Modern Love

“Modern Love” teve parte da letra adaptada para o comercial da Pepsi e contou com a participação de Tina Turner nos vocais. Não existe versão da música original com vocal da dupla. Assistia esse comercial com freqüência nos intervalos do Super Special, programa de clipes dos anos 80 que passava às 13hs na Band, apresentado por Serginho Caffé.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

10 – Nike

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

10.1 – Sérgio Mendes – Mas Que Nada

John Woo assina direção do comercial com a seleção brasileira, para a Copa do Mundo de 1998. Os jogadores começam uma pelada no saguão do aeroporto para matar tempo de vôo atrasado. Resumindo a ópera: na final a França venceu a seleção canarinho e levou o caneco para casa.

11 – volkswagen

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

11.1 – Star Wars Soundtrack – Imperial March

Na minha opinião este é o MELHOR COMERCIAL de 2011. As tentativas frustradas “do mal” de mini Darth Vader são desoladoras. A parte que mais gosto é quando o pai vem ao encontro do filho para um abraço e mini Darth Vader mexe as mãozinhas como quem diz: “NÃO ME INTERROMPA”. Imagino o pai perguntando para a esposa o que aconteceu e ela respondendo: “Ai amor, ele ficou O DIA TODO com essa fantasia tentando algum super poder e claro que não conseguiu, né? Nem o Buck deu bola pra ele”. A levantada de sobrancelha do pai resume tudo. Na sequência do comercial vem o making of.

12 – kfc

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

12.1 – Ellie Goulding – Your Song

Comer um baldinho de frango frito NÃO É uma alimentação saudável. Por outro lado a forma como a mensagem é passada, relacionando momentos de alegria e descontração com a idade decrescente do casal principal, amenizam o pecado da gula e camuflam os males à saúde. Um amigo fez o melhor comentário sobre o comercial: “depois de tanta sensibilidade, E DAÍ que é pra vender fritura?”

13 – bradesco seguros

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

13.1 – Biafra – Sonho de Ícaro

Biafra foi famoso nos anos 80 e 90 por criar temas de novelas, como Barriga de Aluguel e A Gata Comeu, mas seu maior sucesso foi “Sonho de Ícaro”. A música foi usada na continuação da campanha do Bradesco Seguros que usa o bordão Vai que…”

EXTRA 1: Skol Bock

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Meu primeiro contato com produção de comerciais para televisão foi em 1996, como estagiário da Jodaf – João Daniel Filmes, do diretor João Daniel Tikhomiroff. Este foi o primeiro comercial que “apareci”. Preste atenção aos 21 segundos. A ÚLTIMA mão que coloca o copo vazio no balcão, e cruza o braço, é minha. HEHEHE. É sério.

EXTRA 2: Dolly Guaraná
Paródia Dia dos Pais 2010

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

“Este video não tem intenção de fazer apologia a violência. O intuito é apenas humorístico. (Quando não tem Coca ou está no fim do mês a gente até toma Dolly)”. Pelego FM & ZAK Studios.

.
O conteúdo de hoje era o programado para semana passada, mas por causa do excesso de trabalho improvisei com “Tá sem JOB?” (*) Quando o Google troca o logotipo em datas especiais, seja por uma simples imagem ou animação, isso chama Doodle.

.
Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod.

.
Para conhecer as edições anteriores da dose_INDIE e do Dez Capas clique aqui. Até sexta que vem.

Raras e caras

AS DEZ CAPAS DE DISCOS MAIS CARAS E RARAS – POR ZÉ MÁRIO

 

Na edição nº 395 da Record Collector magazine foi publicada uma lista com as 21 capas mais raras e caras. Dentro desta lista, segue o top 10, com direito à algumas curiosidades sobre algumas (detalhe: metade da lista é Beatles).

Então vamos lá!

 

Beatles – Sgt. Peppers Lonely Heart club band – £70,000 – R$ 193 mil

No término de 1967, a Capitol quis comemorar o fechamento do ano com uma edição limitada em cem cópias do Sgt. Peppers com uma pequena alteração: foram trocados todos os os rostos originais pelas caras dos figurões da Capitol. Parece que atualmente só se sabe o paradeiro de três cópias deste álbum.

The Beatles – White album – £7,000 – R$ 19,3 mil

Para oferecer à seus fans um mimo de colecionador, o álbum branco foi lançado com número de série, e obviamente as mais cobiçadas são as que vai de 1-10

Madrigal’s Magic Key To Spanish – £3,500 – R$ 9,6 mil

Pense em um disco daqueles de aulas de idiomas que se compra na banca de jornal. Pensou? Pois bem, este aqui não é o caso pois tem um diferencial: Foi o Andy Warhol quem a fez

The Beatles – Introducing The beatles – £3,000 – R$ 8,2 mil

A VJ Records lançou o primeiro álbum dos Beatles nos Estados Unidos. Não fez muito sucesso na época e talvez seja este o motivo de ser rara a capa.

The Beatles/Frank Ifield – ‘England’s Greatest Recording Stars: The Beatles & Frank Ifield On Stage £3,000 – R$ 8,2 mil

Logo em seguida com o fracasso do primeiro disco dos Beatles lançado pela VJ nos Estados Unidos, veio o que pode se chamar de British Invasion. Com isso, a Vj records tinha um trunfo: alguns direitos de gravações dos Beatles com o Frank Ifield, um cantor com algumas músicas famosas, porém nada muito memorável. Um detalhe engraçado desta capa é uma troca de palavras no verso do encarte, pois onde era para entra a palavra compilation, foi copulation. Proposital? erro de digitação? Ninguém sabe. Veja no detalhe:

Tinkerbell’s Fairydust – ‘Tinkerbell’s Fairydust’ £3,000 – R$ 8,2 mil

Não conhecia esta capa, mas ela vale um golzinho quadrado ano 92, hehehe.

AC/DC – ’12 Of The Best’ £3,000 – R$ 8,2 mil

Sobre esta capa eu não consegui achar nenhuma curiosidade… se alguém souber comenta ae. Mas vale também um golzinho quadrado 92

Beatles – ‘Yesterday And Today’ £2,000 – R$ 5,5 mil

A capa polêmica dos garotos de Liverpool com bonecas despedaçadas e uns pedaços de carne não poderia ficar fora da lista.

Dark – ‘Dark Round The Edges’ £2,000 – R$ 5,5 mil

Este foi o álbum debut da banda, que é uma mistura de psicodélico e progressivo. O que consegui de interessante sobre este álbum é um link de download dele. Vocês não terão a capa…mas as músicas Sim 😀

Hank Mobley – ‘Hank Mobley’ £2,000 – R$ 5,5 mil

E para fechar o post uma capa que foi também debut do jazzista Hank Mobley. Não consegui nenhuma curiosidade sobre ela.

Até mais! 🙂

Slash e Lenny Kravitz

Não é difícil um músico ter maior destaque que o restante de sua banda, mesmo ela sendo bem sucedida. Outra situação bem corriqueira é o artista participar de parcerias. O post é dedicado a Slash e Lenny Kravitz que, além de suas bandas/ carreira solo, também participam de projetos com amigos. Em 1991 aconteceu encontro entre ambos, mas isso será comentado apenas no item nove.

 1. Guns N’ Roses – Appetite For Destruction – 1987

Concordo com Zig que escreveu no post Proibidas Do Rock: “Slash e banda estavam com apetite de destruição no disco de estréia.”

“…cars are crashin’ every night
I drink n’ drive everything’s in sight
I make the fire
but I miss the firefight
I hit the bull’s eye every night
It’s so easy
when everybody’s tryin’ to please me baby…”

2. Michael Jackson – Give In To Me – 1991

Mais uma ocasião em que The King Of Pop convida guitarrista consagrado para suas músicas. O mesmo aconteceu em 1982 quando Eddie Van Halen gravou o solo de “Beat It”. Reza lenda que o próprio pediu para seu nome não entrar nos créditos e que ele não cobrou cachê pelo trabalho. Tudo em nome da brodagem.

3. Slash’s Snakepit – It’s Five O’Clock Somewhere – 1995

Após turnê de Use You Illusion, Axl Rose direcionou o som do Guns para o rock industrial. Slash estava na pegada Led Zeppelin e Aerosmith. Slash’s Snakepit surgiu da constante divergência artística com o antigo parceiro de banda.

4. Slash’s Blues Ball – 1996

Foto NÃO oficial

O projeto surgiu quando Slash foi convidado a participar de festival de blues, em Budapeste. A banda era formada por Teddy Andreadis, vocal e teclados; Johnny Griparic no baixo; Alvino Bennet na bateria; segundo guitarrista Bobby Schneck e Dave McLarem no saxofone. Oficialmente não há registro de estúdio.

5. The Strokes – Someday – 2001

Neste caso a parceria foi apenas em vídeo.

6. Velvet Revolver – Contraband – 2004

A banda começou com jam session realizada por três ex-Guns N’ Roses: Duff McKagan, baixo; Matt Sorum, bateria e Slash. Eles perceberam que a química de palco continuava forte. Dave Kushner, que tocou com Dave Navarro, e Scott Weilland entraram para o time. Desde 2008 Weilland voltou para o Stone Temple Pilots e Velvet Revolver procura novo vocalista.

7. The Beatles – Let It Be – 1970

Em 2005, durante entrega do Grammy, verdadeira CONSTELAÇÃO formada por Bono, Steve Wonder, Brian Wilson, Alicia Keys, Steve Tyler, Billie Joe Armstrong, entre outros, interpretou “Across The Universe.”

8.1. Madonna – Justify My Love – 1990

Música e letra escritas por Lenny Kravitz e inicialmente oferecida à Paula Abdul. Madonna beija na boca a modelo brasileira Luciana Silva. O clipe foi banido da programação da MTV americana, forçando a Warner a lançá-lo em VHS, como video single. Resultado? Mais de um milhão de unidades vendidas.


“poor is the man whose pleasures depend on the permission of another”

8.2. Madonna – Ray Of Light – 1998

Como parte das apresentações ao vivo, para o Video Music Awards da Mtv, exibido no mesmo ano de lançamento do disco, Lenny Kravitz tocou guitarra.

9. Lenny Kravitz – Mama Said – 1991

O disco é considerado retro rock. Jimi Hendrix e Sly Stone são as referências. As músicas carregam energia. No mesmo período o cantor passava por processo de divórcio. “Always On Th Run” foi escrita, gravada e filmada com Slash.

“…and my mama always said
that it’s good to be fruitful
and my mama always said
don’t take more than a mouthful
and my mama always said
that it’s good to be natural
and my mama said
that it’s good to be factual…”

10. Mick Jagger – Goddess In The Doorway – 2001

O que foi escrito, no lançamento, sobre Goddess In The Doorway: “brilhante, impecavelmente produzido, músicas rock’ n’ roll e dançantes.”

.
Não sou FÃ FERVOROSO de Guns N’ Roses mas respeito o conjunto da obra. Se Axl Rose resolver retomar a veia rock’ n’ roll e deixar o industrial de lado, Slash disse que esquece todas as diferenças artísticas do passado e reinicia parceria. Axl não fez declaração alguma sobre o assunto. Até quarta que vem.
.
Para ler as edições anteriores clique aqui.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: